Afinal não são dias de dieta, são dias de angústia.

    Considero-me uma pessoa que faz uma dieta equilibrada, que tem cuidado com o que come e as quantidades que come. Mas bolas, decidi já há muito tempo que não me iria privar de comer o que me apetecesse.

    Não sou radical. Não costumo optar por comer uma tarte de maça, um croissant de ovo e uma fatia de bolo de chocolate ao lanche, mas se me apetecer uma bola de Berlim, why not?! Não penso duas vezes!

    Adoro petiscos! À hora de almoço ou ao final da tarde, se for para petiscar contem comigo, não faço ‘cá cerimónia!

    Se tiro o chamado shit day, tiro pois. Sei ser disciplinado e como complemento a minha alimentação com exercício não é difícil perder o controlo da situação, até porque as duas funcionam em conjunto para nos mantermos em forma!

    Se no fim de semana acabar por cometer algum excesso, ‘bora lá às 20 flexões e aos 50 abdominais!

    O facto de muitas vezes me privar de comer algo doce em prol da minha dieta, acaba por me tornar mais rabugento e até insuportável, preferindo mil vezes optar por comer o chocolate que tanto quero… Até porque me vou sentir bem melhor e se me vou sentir bem melhor estou com outra disposição, e se estou com outra disposição estou mais completo, mais feliz. Afinal de contas não é isso que queremos? Ser felizes? Eu quero!